Seja para aumentar, diminuir ou corrigir o tamanho das mamas, as dúvidas relacionadas aos procedimentos estéticos nos seios são basicamente os mesmos. Confira a seguir.

  • Aumentar os seios
  • Diminuir os seios
  • Flacidez nos seios
  • Correção de assimetria nas mamas

Aumentar os seios

Mamoplastia de aumento

Considerada uma das cirurgias plásticas mais procuradas pelo público feminino, a mamoplastia de aumento possui o objetivo de aumentar o tamanho dos seios, por meio do implante de uma prótese de silicone, deixando-os mais harmoniosos e proporcionais ao corpo da mulher. A técnica de implante, o formato da prótese e outros detalhes da cirurgia devem ser discutidos com um profissional, que irá considerar o desejo, o biotipo da paciente e outros aspectos de maneira individualizada para obter o melhor resultado. Saiba mais sobre a prótese de silicone.


Diminuir os seios

Mamoplastia redutora

A mamoplastia redutora é uma cirurgia plástica indicada para mulheres que desejam diminuir o tamanho dos seios. Para isso, o cirurgião realiza a remoção de gordura, tecido glandular e pele para deixar as mamas proporcionais ao corpo. Além da estética, o procedimento possui um papel funcional, já que o tamanho excessivo das mamas pode ser prejudicial à coluna, causar dores nas costas e provocar desconforto para realizar tarefas de rotina. Entenda melhor como funciona a mamoplastia redutora.


Flacidez nos seios

Mastopexia com ou sem implante

A mastopexia é um procedimento cirúrgico realizado para devolver a projeção e sustentação aos seios caídos. A cirurgia reposiciona a aréola e o tecido mamário, remove o excesso de pele e comprime o tecido para dar um novo formato às mamas. Dessa forma, eleva-se as mamas até sua posição original, buscando simetria e harmonia de acordo com o corpo de cada paciente. O procedimento pode ser realizado com o único objetivo de levantar as mamas, ou com o objetivo de levantá-las e aumentar o tamanho. Nesse caso, a mastopexia é realizada em associação com a mamoplastia de aumento, deixando as mamas mais sustentadas e garantindo um maior volume aos seios.


Assimetria das mamas

Mamoplastia de aumento

Algumas mulheres podem apresentar seios assimétricos em diferentes aspectos, como mamas tuberosas, o peso, o tamanho, o formato, a inserção no tórax e a posição das aréolas. 

Para corrigir o problema, o procedimento mais indicado é a mamoplastia de aumento. Para garantir que os dois seios fiquem simétricos e harmoniosos, o cirurgião realiza uma análise aprofundada, verificando o tamanho proporcional ideal para obter esse resultado. Nesses casos, as próteses diferem em relação ao tamanho: o seio maior pode receber uma prótese de silicone de 225ml, enquanto o seio maior recebe uma de 200ml, por exemplo.

Saiba como a mamoplastia de aumento pode corrigir a assimetria das mamas.

Mastopexia

Além da diferença de tamanho, a assimetria das mamas pode ocorrer devido à uma queda mais acentuada de um seio em relação ao outro. Dependendo do volume dos seios da paciente, a assimetria pode ser corrigida utilizando o próprio tecido mamário da mulher. Nesse caso, a mastopexia é realizada para reposicionar as mamas, deixando-os alinhados entre si, além de garantir maior sustentação e projeção.