Quem sofre com manchas nas pernas sabe como o problema pode causar desconforto estético, principalmente quando são mais escuras e ficam muito aparentes. Além da questão estética, as pernas manchadas podem ser sinal de alguma complicação mais grave e devem ser investigadas por um especialista.

Se você possui algum problema vascular ou apresenta histórico familiar de complicações vasculares, o ideal é ficar sempre atenta às suas pernas para identificar possíveis manchas quanto antes e, assim, garantir o tratamento precoce mais adequado para seu caso.

Para quem já apresenta manchas nas pernas, o primeiro passo é descobrir qual tipo de problema elas podem indicar. E você, sabe qual a causa das manchas nas suas pernas? Continue a leitura e descubra!

Ouça este conteúdo 

Manchas nas pernas: o que pode ser?

Na grande maioria dos casos, as manchas que surgem nos membros inferiores estão relacionadas a problemas no sistema vascular – responsável por transportar oxigênio, nutrientes e toxinas por todo o corpo. Portanto, é fundamental buscar ajuda médica para realizar um diagnóstico preciso e tratar o problema para evitar possíveis complicações mais graves – como a trombose. Conheça melhor as principais causas de manchas nas pernas:

Hiperpigmentação

Muito comum nas pernas e em outras partes do corpo, como axila, virilha e cotovelo, a hiperpigmentação é um problema de pele causado ​​pela produção excessiva de melanina em áreas da epiderme, resultando em placas cutâneas planas, escurecidas e de coloração castanha ou escura. Dentre suas principais causas podemos destacar a exposição ao sol, fatores genéticos, depilação, influências hormonais, inflamação da pele, idade, etc.

Como tratar: o tratamento depende da causa da hiperpigmentação, que será avaliada por meio de exames clínicos e complementares. De maneira geral, o problema é tratado com o uso de cremes que reduzem a formação de melanina, peelings químicos e lasers. A aplicação de filtro solar pode atuar como medida preventiva e é fundamental para evitar que as manchas retornem após o tratamento.

Varizes e vasinhos

Varizes são veias dilatadas, tortuosas e insuficientes que surgem em decorrência de alterações na parede venosa provocadas pela dificuldade de retorno do sangue ao coração. Já os vasinhos são vasos capilares de muito pequeno calibre localizados na camada mais superficial da pele, que ficam aparentes como consequência de alguma pressão exercida eles, resultando na dilatação de suas paredes.

Além do grande desconforto estético, varizes e vasinhos podem provocar manchas arroxeadas na região em que se formam. Por isso, é importante tratar o problema quanto antes para que o quadro não evolua para complicações mais graves.

Como tratar: o tratamento das manchas nas pernas provocadas por varizes e vasinhos depende do tipo e grau do problema. Por isso, uma avaliação médica é fundamental para analisar a necessidade de cada paciente. Saiba mais sobre os tipos de tratamento para esses casos!

Laser transdérmico: é um tipo de luz muito específica que, aplicada sobre a pele, provoca aquecimento do sangue, causando a contração e, consequentemente, a oclusão do vaso problemático. O procedimento é indicado para tratar vasinhos e varizes de pequeno calibre.

Luz pulsada: é um tratamento realizado à base de reações decorrentes do contato da luz intensa com elementos cromóforos presentes no corpo humano, como a melanina e a hemoglobina. Pode ser utilizada no tratamento de microvasinhos, uma vez que  consegue agir no interior dos vasos sanguíneos, promovendo uma coagulação e, após, uma renovação fibrosa importante.

Dermatite ocre

A dermatite ocre é uma doença inflamatória da pele, caracterizada pela presença de manchas de coloração marrom ou amarelada localizadas, principalmente, na extremidade inferior das pernas. O problema é uma consequência direta da insuficiência venosa crônica e está associada à presença de varizes.

Como tratar: existem diferentes tratamentos para combater a dermatite ocre, como o uso tópico de cremes na região afetada, peelings e luz pulsada. Este último é um dos mais eficazes, já que ajuda a quebrar o pigmento até o último grau. Como as manchas da dermatite ocre são mais escuras, pode ser necessário diversas sessões ou tratamento complementar com outras técnicas. Além disso, tratar a insuficiência venosa é muito importante, para interromper o processo de piora da dermatite.

A importância da avaliação médica

As manchas nas pernas possuem causas diversas e necessitam de uma avaliação médica completa para avaliar o tratamento mais adequado para cada caso, buscando aliar saúde, bem-estar e autoestima para que a paciente possa recuperar sua qualidade de vida como um todo.

É importante ressaltar a necessidade de tratamento da causa que está originando as manchas nas pernas. No caso dos problemas vasculares, tratar apenas as manchas aumenta as chances de que elas retornem de maneira mais acentuada com o passar do tempo, como resposta ao agravamento da complicação vascular. Procure por um angiologista ou cirurgião vascular de confiança e saiba como cuidar das suas manchas nas pernas.

Ficou com alguma dúvida sobre o assunto ou está buscando tratamento para manchas nas pernas no Rio de Janeiro? Entre em contato com a Clínica Lis por e-mail ou Whatsapp.