As varizes são veias dilatadas e tortuosas que necessitam de tratamento o quanto antes para evitar que a condição avance e causa maiores complicações à saúde do paciente. Apesar de o tratamento precoce ser sempre o mais recomendado, será que é necessário esperar uma época com temperaturas mais amenas ou está liberado realizar o tratamento de varizes no verão?

Para esclarecer as principais dúvidas a respeito deste assunto, convidamos o Dr. Pablo Varela, cirurgião vascular e endovascular da Clínica Lis, que explica melhor os principais mitos, cuidados e dicas sobre o tratamento de varizes no verão. Acompanhe!

Qual a melhor época do ano para tratar varizes?

No verão, as altas temperaturas tendem a agravar o quadro das varizes, deixando a perna mais inchada e pesada devido à maior vasodilatação. No entanto, o Dr. Pablo explica que não existe uma melhor época para tratar o problema: “O paciente pode tratar em qualquer mês. O detalhe é em relação à exposição solar que é mais intensa no verão e exige que o paciente tenha maiores cuidados”, afirma.

O que pode acontecer é um desconforto mais acentuado – durante o uso das meias elásticas que devem ser utilizadas até o final do tratamento – causado pelas temperaturas mais elevadas. “As temperaturas do verão podem atrapalhar porque tem pacientes que sentem mais calor e a meia acaba incomodando, mas varia muito de caso para caso”, explica o Dr. Pablo.

Além disso, se o paciente estiver com a pele bronzeada, é necessário esperar passar o efeito para fazer alguns tratamentos com mais segurança, como por exemplo, o LASER.

Devo tomar cuidado com o sol após o tratamento?

A desvantagem de realizar o tratamento de varizes no verão se deve ao maior cuidado que o paciente deve ter em relação à exposição solar. O Dr. orienta sobre os principais cuidados que devem ser tomados: “É necessário usar filtro solar de alta proteção, devendo ser repassado a cada 2 horas para evitar que os raios solares interajam com os hematomas do tratamento e deixem a pele manchada”.

O Dr. ainda ressalta que, com os cuidados adequados, não é necessário suspender as atividades de rotina: “Não proíbo o paciente de ir à praia ou piscina, ainda mais com a alta incidência solar no Rio de Janeiro”.

Quais os perigos da exposição solar?

O paciente que está realizando tratamento de varizes tende a ficar com pequenos hematomas que desaparecem em torno de 7 a 14 dias após a sessão. Se houver um hematoma muito grande, a orientação é evitar tomar sol sem proteção, já que estimula a pele a manchar.

Além disso, o Dr. explica porque o tratamento com LASER não deve ser realizado em peles bronzeadas: “O laser usado para tratar varizes tem afinidade com a hemoglobina presente no sangue, mas também pode interagir com a melanina da pele. Se a pele estiver muito bronzeada, a pele pode absorver a energia disparada, correndo o risco de gerar uma queimadura pelo aumento súbito de temperatura ou de gerar gerando lesões despigmentadas, que são pontos brancos na pele”.

Quando posso tomar sol novamente?

Após finalizar o tratamento de varizes no verão, o paciente está liberado para pegar sol, desde que não haja nenhum hematoma. Pacientes que estão fazendo sessões semanais ou a cada 15 dias devem manter os cuidados: “O  recomendado é usar protetor solar rigorosamente, evitando o bronzeamento até finalizar o tratamento”, orienta o Dr. Pablo.

O cuidado com o sol é a principal recomendação durante o tratamento. Após finalizar cada sessão, o paciente já pode voltar à rotina no dia seguinte, estando liberado, inclusive, para praticar atividades físicas. Não há necessidade de interrupção das atividades de trabalho.

Qual o melhor tratamento para esta época?

O Dr. Pablo explica que todos os tratamentos para varizes podem ser realizados no verão. Contudo, o Dr. afirma que muitos pacientes preferem fazer o tratamento no inverno, principalmente a escleroterapia a laser, mas ressalta mais uma vez que não há problemas em realizar o tratamento de varizes no verão: “As altas temperaturas não interferem no sucesso do procedimento e na recuperação, desde que todos os cuidados sejam tomados.”

Quais cuidados devem ser tomados para complementar o tratamento?

Além de evitar a exposição solar, o Dr. Pablo elenca alguns cuidados que o paciente deve tomar:

  • usar meia elástica regularmente durante o tratamento;

  • aplicar medicações tópicas na forma de creme ou gel para amenizar os hematomas e melhorar a absorção dos vasinhos;

  • utilizar algumas medicações em forma de comprimido, conforme orientação médica.

Está em busca de tratamentos para varizes no Rio de Janeiro? Agende uma consulta conosco para realizar sua avaliação individual.