O ácido hialurônico é uma das grandes tendências do momento no universo da skincare e dos procedimentos estéticos. E não é para menos: a substância é uma grande aliada para manter a saúde e beleza da nossa pele, promovendo efeitos que vão desde uma hidratação suave até o rejuvenescimento facial.

Produzido naturalmente pelo nosso organismo, o ácido hialurônico é uma substância formada por moléculas de açúcar e que está presente em diversos tecidos do nosso corpo, como articulações, cartilagens e, sobretudo, na pele. Com o envelhecimento natural do organismo, sua produção passa a ser cada vez menor, o que pode gerar insatisfações estéticas para muitos pacientes.

A boa notícia é que é possível repor a substância, trazendo uma série de benefícios para a nossa pele. Conheça os principais e saiba como inseri-lo na sua rotina!

 

4 benefícios do ácido hialurônico

 

Além de contribuir para a saúde da nossa pele de maneira geral, o ácido hialurônico também é capaz de corrigir insatisfações e melhorar a aparência do tecido. Saiba quais são os principais benefícios!

Alto poder de hidratação

A queda na produção de ácido hialurônico provoca o ressecamento da pele, resultando na diminuição da elasticidade, falta de volume e aparecimento de rugas. O ácido hialurônico possui alto poder umectante, que ajuda a manter a pele sempre hidratada, deixando-a mais saudável e viçosa. Além de hidratar, ele também ajuda a reter a água já existente, o que reduz os danos causados por agressões externas, como raios solares, banhos muito quentes, etc.

Suaviza sinais de envelhecimento

Em conjunto com o colágeno e a elastina, o ácido hialurônico também é responsável pela sustentação e firmeza da pele. Com a diminuição da produção, rugas e linhas de expressão tendem a aparecer na região da face, mas a reposição do ácido hialurônico ajuda a recuperar a firmeza da pele e, consequentemente, reduzir esses sinais.

Possui ação preenchedora

A flacidez e ausência de volume são consequências naturais do envelhecimento da pele. Para muitos pacientes, elas podem representar uma grande insatisfação com a estética da face, mas é possível corrigi-las com o ácido hialurônico. A substância possui ação preenchedora, ajudando a redefinir os contornos da face e preencher regiões que perderam volume, como as bochechas ou a região abaixo dos olhos.

Ameniza marcas de acne

Por possuir propriedades volumizadoras, o ácido hialurônico é capaz de minimizar as cicatrizes e marcas de acne de maneira bastante satisfatória, sobretudo se for associado a sessões de microagulhamento.

Como inserir o ácido hialurônico na rotina de cuidados diários?

Com a queda na produção, é bastante interessante buscar maneiras de repor o ácido hialurônico para evitar insatisfações com a aparência da pele. O uso da substância pode ser feito com caráter preventivo a partir dos 25 anos, idade em que começa a ocorrer a diminuição gradativa da produção natural.

A aplicação da substância para reposição e estímulo da produção deve ser realizada de maneira tópica, através dos cosméticos e dermocosméticos, como cremes, séruns, loção e  gel, associados ou não com outros ativos.

Como não é uma substância fotossensibilizante e com risco de descamação, como alguns outros tipos de ácido, o ácido hialurônico pode ser aplicado tanto no período diurno quanto noturno, sendo benéfico para todos os tipos de pele. No entanto, vale ressaltar que grávidas e lactantes devem conversar com seu médico antes de utilizar a substância.

Tratamentos estéticos com ácido hialurônico

Dependendo da qualidade da pele e idade da paciente, o uso tópico do ácido hialurônico pode não ser suficiente para conquistar os resultados esperados. Nesses casos, pode-se optar por procedimentos estéticos minimamente invasivos que fazem uso da substância para atingir diferentes finalidades.

Basicamente, o preenchimento facial é o procedimento mais comum realizado com o ácido hialurônico. O preenchimento pode ser feito em várias partes do rosto, com o objetivo de aumentar o volume, minimizar sulcos, rugas e linhas de expressão, além de promover o rejuvenescimento facial.

Conheça alguns procedimentos na região da face que podem ser beneficiadas com a aplicação da substância:

  • correção do bigode chinês;

  • preenchimento de olheiras;

  • preenchimento labial;

  • definição do contorno da mandíbula;

  • melhora do contorno facial.

Os efeitos costumam durar de 6 a 18 meses, dependendo do organismo de cada paciente e dos cuidados complementares na rotina, como usar protetor solar e manter uma alimentação saudável e beber bastante água. Após notar uma diminuição no efeito, é possível realizar o procedimento novamente, já que a substância não causa rejeição por ser produzido naturalmente pelo nosso organismo.

Quer saber mais sobre o universo dos procedimentos estéticos? Siga-nos no Facebook e Instagram para acompanhar nossas dicas, novidades e conteúdos exclusivos.