O colágeno é uma das principais proteínas responsáveis pela tonificação e elasticidade da nossa pele. Produzido naturalmente pelo nosso organismo, a produção de colágeno diminui gradativamente a partir dos 30 anos, podendo causar o aparecimento de flacidez, rugas e outros sinais característicos do envelhecimento natural da pele.

A queda do colágeno tende a decair 1% anualmente após os 30 anos, mas a boa notícia é que existem alternativas naturais para realizar a reposição da proteína e evitar o surgimento de insatisfações na região da face. Continue a leitura e saiba mais!

O que é e para que serve?

O colágeno é uma proteína de rápida absorção presente em praticamente todo o nosso corpo. Para se ter uma ideia da quantidade, o colágeno é a proteína mais abundante no organismo humano, respondendo por 70% de toda a proteína da pele e por cerca de 30% do total de proteínas.

A principal função do colágeno é promover maior elasticidade e resistência, além de constituir as fibras que sustentam os tecidos do corpo. Existem 12 tipos de colágenos em nosso corpo, sendo que cada um está presente em diferentes ossos, músculos, tendões e articulações.

Na pele, especificamente, local em que há grande concentração de colágeno, a proteína ajuda a garantir maior firmeza, elasticidade e sustentação, contribuindo para deixar a pele mais bonita e saudável.

Quais hábitos aceleram a perda de colágeno?

Como citamos, a produção da proteína tende a diminuir após os 30 anos. No entanto, nosso estilo de vida influencia diretamente na qualidade e quantidade de colágeno produzido pelo nosso organismo.

Se há excesso de radicais livres – subprodutos tóxicos das células – a produção pode ficar comprometida, o que pode causar a perda de firmeza, sustentação e elasticidade da pele. Alguns hábitos prejudiciais à saúde são os principais responsáveis pela perda precoce de colágeno. Dentre eles, podemos destacar:

Como repor o colágeno de forma natural?

A falta de aminoácidos, vitaminas, minerais e antioxidantes também podem comprometer a produção de colágeno. Portanto, a alimentação possui um papel essencial para repor e estimular a produção de colágeno em nosso organismo. Os alimentos proteicos são os melhores aliados nessa missão, já que são fontes de colágeno e ajudam a fornecer os aminoácidos essenciais para a constituição dessa proteína.

Confira os principais alimentos para repor o colágeno natural:

  • Frutas cítricas: são ricas em vitamina C, um importante composto que facilita a síntese de colágeno. Boas opções são: laranja, limão, abacaxi e acerola.

  • Aveia: a aveia é fonte de silício, um dos nutrientes necessários para a formação de colágeno.

  • Castanha, nozes e amêndoas: possuem ácidos graxos poli-insaturados que contribuem para a vitalidade da pele.

  • Ovo: por ser rico em proteína, é um forte aliado para aumentar a produção de colágeno.

  • Folhas escuras: são ótimas fontes de ácido fólico, um nutriente responsável pela formação de diversas proteínas, dentre elas o colágeno.

  • Carnes e peixes: são alimentos ricos em vitaminas do complexo B e também são capazes de estimular a produção.

Tratamentos para estímulo na produção de colágeno

A alimentação balanceada aliada a um estilo de vida saudável pode atuar em caráter preventivo ou gerar o efeito desejado em pacientes mais jovens. Após os 50 anos ocorre uma perda significativa de colágeno e, nesses casos, não costumam estimular a produção de colágeno de maneira satisfatória.

Para pacientes partir de 30 anos, há a indicação de procedimentos dermatológicos minimamente invasivos que ajudam a aumentar a produção de colágeno, desacelerando a sua perda, além de minimizar rugas, sulcos, linhas de expressão e outros sinais do envelhecimento. Saiba quais são eles!

Sculptra

O Sculptra é realizada com a aplicação de uma substância chamada poli-l-láctico  melhorando consideravelmente o tônus da pele, além de contribuir para o não envelhecimento da pele e para a prevenção de formação de rugas e linhas de expressão, também atenuando-as quando já presentes.

Fio Silhouette

O Fio Silhouette também é composto pelo ácido-l-poliláctico, e é utilizado para tratamento minimamente invasivo da flacidez leve na face e no pescoço. Além de permitir um remodelamento suave nessas regiões, com um efeito lifting, também estimula a produção local da proteína.

Laser CO2 Fracionado

A aplicação do Laser CO2 Fracionado remove a parte envelhecida da epiderme, promovendo a renovação celular e estimulando a produção de colágeno. Esse tipo de laser é muito utilizado para tratar sinais do envelhecimento, além de proporcionar excelentes resultados no tratamento de pálpebras flácidas.

Luz Pulsada

A Luz Pulsada consiste em um tratamento que emite um poderoso feixe de luz de alta intensidade, resultando em um tratamento de pele extremamente tecnológico e eficaz. O procedimento promove o aumento na quantidade de fibras de colágeno, sendo indicado para melhorar a textura da pele e promover um efeito rejuvenescedor.

Microagulhamento

O microagulhamento consiste em microperfurações realizadas em determinada região dérmica, com o intuito de reparar a pele. O procedimento produz a formação de colágeno e de outras fibras naturais do corpo, contribuindo para a melhora do tônus e firmeza da região que recebe o tratamento.

Peeling

O peeling é um procedimento estético que promove a renovação celular e ajuda na prevenção e atenuação dos sinais de envelhecimento. Dessa forma, é um forte aliado para promover o estímulo da produção da proteína, sendo indicado para pacientes que desejam melhorar, principalmente, a aparência e a textura da pele.

Gostou das nossas dicas? Siga-nos no Facebook e Instagram para continuar acompanhando mais conteúdos sobre o universo dos procedimentos estéticos.