Depois do parto, nem sempre o corpo volta à antiga forma. Quando a flacidez e a gordura localizada na região abdominal incomodam, o primeiro passo é investir em um estilo de vida mais saudável, com boas escolhas alimentares e prática regular de atividades físicas. Mas se, mesmo assim, os problemas não desaparecerem, pode-se recorrer à ajuda da cirurgia plástica. É o caso das pacientes que decidem fazer uma abdominoplastia após a gravidez.

Neste artigo, mostramos em quais casos o procedimento é indicado e a partir de quando pode ser realizado. Continue a leitura e tire suas dúvidas!

Para quais casos a abdominoplastia após a gravidez é indicada?

A abdominoplastia é indicada para mulheres que já tiveram filhos e não pretendem ter outros. Além disso, são pacientes que ganharam muito peso nas gestações e/ou possuem uma tendência genética que contribui para:

  • depósitos de gordura da região abdominal;

  • excesso de flacidez na pele do abdômen;

  • aparecimento de estrias, decorrentes das variações de peso.

A abdominoplastia também pode ser associada à correção de casos crônicos de diástase, um problema bastante comum. Para tratá-la, realiza-se a plicatura (um tipo de amarração) da musculatura abdominal enfraquecida e afastada. Assim, pode-se esculpir um perfil mais reto e tonificado.

Se houver o desejo de operar, também, os seios, pode-se considerar uma mommy makeover. Mas nesse caso, a cirurgia deve ser marcada, no mínimo, de dois a três meses após a interrupção da amamentação.

Como é feita uma abdominoplastia após a gravidez?

Existem várias técnicas de abdominoplastia possíveis, cuja escolha varia em função das características da paciente e da preferência do cirurgião. Em geral, após a gravidez, costuma-se optar pela abdominoplastia clássica, com incisão no abdômen inferior.

Esse tipo de abordagem deixa uma cicatriz discreta, que pode ser escondida pelas roupas íntimas. Ou seja, é bastante satisfatória.

Por meio desse acesso, o cirurgião remove o excesso de gorduras e peles e, ainda, reposiciona os músculos. Se necessário, o umbigo também é reposicionado.

O procedimento leva, em média, 3 horas. É realizado com anestesia peridural ou geral e a paciente costuma receber alta hospitalar após 24 horas.

É preciso esperar quanto tempo para fazer a cirurgia?

Algumas pessoas imaginam que é possível “aproveitar” a internação para já realizar sua cirurgia plástica, logo após dar à luz. Definitivamente, não é assim.

Durante o puerpério (40 dias que sucedem o parto) ocorre uma série de alterações hormonais, na coagulação e na retenção de líquidos no organismo da mulher. Por isso, não se deve realizar nenhum tipo de intervenção nesse período.

A abdominoplastia é liberada a partir de seis meses após o parto. Isso, desde que o cirurgião concorde que o procedimento é mesmo necessário e que a candidata esteja saudável e tenha expectativas reais, entendendo e aceitando as limitações de seu caso.

Para alinhar as expectativas à realidade, a paciente deve conversar, bastante, com o médico responsável. Por exemplo: uma mulher com muita flacidez e pele estriada terá um resultado diferente daquela com melhor tônus muscular.

Existem contraindicações ao procedimento e como é o pós-operatório?

A abdominoplastia é contraindicada para mulheres que pretendem engravidar novamente. Afinal, o ganho de peso por conta da nova gestação prejudicará o resultado da cirurgia.

Além disso, é preciso lembrar que as recomendações pós-operatórias limitarão seus cuidados com o bebê. Se possível, deixe a cirurgia para quando ele não estiver mais mamando no peito e você tiver uma pessoa de confiança para ajudá-la nas primeiras semanas após a intervenção.

No pós-operatório da abdominoplastia, os principais cuidados são:

  • tomar as medicações prescritas pelo médico;

  • fazer uma semana de repouso;

  • usar cinta de compressão abdominal;

  • não dirigir por três semanas;

  • não pegar pesos nem praticar atividades físicas por um mês;

  • dormir de barriga para cima por, pelo menos, o primeiro mês.

Assim, a realização de uma abdominoplastia após a gravidez deve levar em conta uma série de fatores. Se você tem esse sonho, procure um cirurgião plástico experiente e converse a respeito. Além de avaliar se o procedimento é realmente indicado, ele dará todas as orientações necessárias para que você consiga planejá-lo com calma, da melhor maneira possível.

Caso tenha alguma dúvida sobre o assunto, sinta-se à vontade para entrar em contato. Estamos à disposição!