Antes de colocar silicone, é importante se informar sobre todo o processo. Afinal, a cirurgia plástica é mais do que uma questão estética: ela envolve a saúde, o bem-estar, a qualidade de vida e a autoestima da paciente. Portanto, buscar conhecimento sobre o procedimento pode te deixar mais segura, confiante e preparada para a realização da cirurgia.

Se você tem vontade de colocar implantes de mama, você precisa conhecer os tipos de técnicas, os formatos de próteses, os cuidados pré e pós-operatórios e outros pontos. Neste artigo, reunimos as principais informações sobre o assunto. Continue a leitura e esclareça suas dúvidas!

Como está a procura pelas próteses de silicone atualmente?

aumento da mama é a cirurgia plástica mais realizada no Brasil, segundo dados da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica (ISAPS, na sigla em inglês). De acordo com o último censo da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a cirurgia corresponde a 18,8% de todos os procedimentos estéticos realizados no país.

Esse percentual revela que, quando se trata de cirurgias plásticas, o desejo de aumentar os seios ainda é preferência entre as brasileiras. E em cidades litorâneas, como o Rio de Janeiro, RJ, o interesse pela colocação das próteses de silicone é bastante comum, já que elas promovem um colo mais desenhado sob o biquíni.

Em relação à idade das pacientes, ainda que as mais jovens também se interessem pelo procedimento, recomenda-se realizá-lo somente quando o desenvolvimento físico estiver completo e, ao mesmo tempo, houver maturidade emocional. Portanto, no caso das adolescentes, é melhor esperar.

Ainda que a SBCP não determine uma idade mínima para colocar silicone, a cirurgia de aumento dos seios só deve ser feita após o mastologista comprovar que o desenvolvimento das glândulas mamárias já cessou. Quando se trata de cirurgia plástica, não basta querer: é preciso ter indicação.

Qual é a diferença entre mamoplastia de aumento e mastopexia com prótese?

Quando falamos em próteses de silicone, muitas vezes associamos à mamoplastia de aumento. De fato, essa é a técnica mais comum para dar volume e projeção aos seios. No entanto, dependendo do que se deseja, a mastopexia com prótese pode ser mais indicada. Por isso, antes de colocar silicone é preciso conhecer as diferenças entre os dois procedimentos.

mamoplastia de aumento é indicada, basicamente, para dar volume aos seios. Além disso, ela pode ser realizada para restaurar o volume mamário, reduzido após uma perda de peso importante ou depois da gravidez.

Já a mastopexia é recomendada para pacientes que apresentam seios flácidos e desejam levantá-los, para dar maior projeção e melhorar a sustentação. Nesse caso, o procedimento pode ser associado à colocação do implante de silicone, ou seja, à mastopexia com prótese. Assim, além de levantar os seios, a técnica promove aumento do volume mamário.

Tipos de implantes de silicone: qual é o melhor para mim?

As próteses de silicone não são todas iguais. Para atingir diferentes objetivos e atender às diversas anatomias, há vários tipos utilizados nas cirurgias de implantes mamários.

Os tamanhos também variam. Para acertar no volume, aliás, deve-se considerar a proporção entre o tórax, a altura, o peso e a elasticidade da pele, além do desejo da paciente.

Assim, conhecer cada formato é fundamental para que você possa escolher, junto ao seu cirurgião, o modelo que mais se encaixa ao seu corpo e objetivo. A seguir, conheça os tipos de próteses existentes.

Próteses de silicone redondas

As próteses de silicone redondas são simétricas e possuem bases arredondadas, sendo mais utilizadas nas mamoplastias de aumento. Disponíveis nos perfis alto ou superalto, são indicadas para deixar o colo bem desenhado, sendo ideais para quem deseja obter um bom preenchimento dos polos superiores da mamas.

Próteses de silicone cônicas

As próteses de silicone cônicas são as que mais se assemelham ao formato dos seios, o que ajuda a lhes conferir uma projeção muito mais natural. É indicada para quem possui mamas pequenas, com tórax estreito, e deseja obter volume na região do colo, porém com um resultado mais discreto do que o promovido pelas próteses redondas.

Próteses de silicone anatômicas

As próteses de silicone anatômicas possuem formato de gota e apresentam um resultado bastante natural. Esse tipo de implante tem a maior parte do volume no polo inferior, sendo mais indicado para quem deseja aumentar os seios, mas com um resultado bem natural, com o colo menos “marcado”.

Além disso, também são mais usadas em cirurgias plásticas reparadoras. É o caso de pacientes que possuem mamas tuberosas ou que fizeram uma mastectomia para o tratamento do câncer de mama.

 

Veja aqui como escolher a prótese de silicone ideal para o seu objetivo.

Como escolher a melhor técnica para a colocação dos implantes?

A cirurgia de implante mamário pode ser realizada de diferentes formas. A escolha da técnica é feita pelo cirurgião responsável, mas é importante conhecê-las para que você fique mais segura e confiante. Confira!

Próteses de silicone abaixo do músculo

Na colocação das próteses de silicone abaixo do músculo, também chamada de técnica submuscular, os implantes são colocados totalmente ou parcialmente abaixo da musculatura peitoral. No caso da colocação parcial, utiliza-se a técnica de dual plane, em que parte do músculo serve como cobertura para a prótese.

Esse tipo de técnica é indicado para quem possui pouca mama e a pele muito fina. Nesses casos, o procedimento permite esconder irregularidades e o resultado fica mais natural.

Próteses de silicone por cima do músculo

Na colocação das próteses de silicone por cima do músculo, os implantes ficam atrás das glândulas mamárias, por cima do músculo peitoral. A técnica é considerada menos invasiva que a submuscular, sendo indicada para quem apresenta mamas e pele com boa consistência. O pós-operatório também é menos incômodo, uma vez que a dor é menor.

Prótese subfascial

Na colocação das próteses de silicone subfasciais, os implantes são posicionados por cima do músculo, mas abaixo da fáscia peitoral. Assim, o plano subfascial é um “meio termo” entre o plano subglandular e submuscular. Nesse tipo de técnica, associam-se as vantagens das demais.

 

Clique aqui e saiba mais sobre a prótese de mama subfascial.

Como é o período pós-operatório da cirurgia de implante de silicone?

Conhecer os cuidados no pós-operatório é extremamente importante antes de colocar silicone. Isso porque, trata-se de um período é fundamental para que o resultado final seja satisfatório.

O período de internação após a cirurgia é, geralmente, de 24 horas. Após receber alta, a paciente deve continuar com os cuidados em casa. Os principais são:

  • tomar a medicação prescrita;
  • ficar de repouso de 7 a 14 dias;
  • adotar medidas para ajudar a desinchar a área, como colocar compressas geladas;
  • fazer sessões de drenagem linfática, quando houver recomendação médica;
  • beber bastante água e se alimentar de maneira saudável;
  • não dirigir por cerca de 21 dias;
  • evitar levantar os braços, nem para lavar os cabelos, por 21 dias;
  • suspender atividades físicas leves por 30 dias e as mais intensas por 60 dias;
  • usar sutiã pós-cirúrgico, pelo menos, por 30 dias, e evitar ambientes muito quentes;
  • fazer a troca dos curativos conforme a orientação médica;
  • dormir de barriga para cima, pelo menos, por 45 dias;
  • evitar exposição solar por 3 meses, para não comprometer a cicatrização.

Os períodos podem variar de acordo com o tipo de técnica adotada e a evolução de cada paciente e deverão ser indicados pelo cirurgião plástico na avaliação pós-cirúrgica. O importante é seguir os cuidados à risca.

No que diz respeito ao implante de silicone, isso é tudo que você precisa saber. Por último, mas não menos importante, procure por um cirurgião com especialização em cirurgia plástica e que seja afiliado à SBCP. Seja criteriosa, também, em relação às condições da clínica: ela deve ter uma boa estrutura física, equipamentos modernos e ser bem localizada, para garantir comodidade e segurança na sua cirurgia.

E então? Está se sentindo mais segura para colocar silicone? Caso haja alguma dúvida, entre em contato!

Outra coisa: se você se interessa por procedimentos estéticos, não esqueça de seguir a Clínica Lis no Facebook e Instagram. Assim, você não perde nenhuma novidade!