Os cuidados após a abdominoplastia ajudam a prevenir complicações e contribuem para o sucesso do procedimento. Repouso, medicação e drenagem linfática são essenciais, mas há muitos outros pontos importantes.

Para ajudar, listamos o que fazer e o que não fazer no pós-operatório da abdominoplastia. Descubra, também, como deverão ser seus cuidados a longo prazo!

Quais são os cuidados após a abdominoplastia?

A abdominoplastia é uma das principais cirurgias plásticas para o abdome. Ela é indicada para:

Sendo assim, vamos aos cuidados após realizá-la.

Peça ajuda

Nos primeiros dias, você precisará de ajuda. Caso more sozinho(a), peça para alguém ficar, pelo menos, as primeiras 24 horas com você — incluindo a noite. Além disso, terceirize as tarefas domésticas.

Use as medicações corretamente

As medicações (orais e tópicas) têm o objetivo de aliviar a dor, reduzir o risco de infecção e otimizar a recuperação, ajudando na cicatrização. Portanto, siga as prescrições à risca.

Cuidado com a higiene

O primeiro banho é liberado 48 horas após a cirurgia. Nos primeiros dias, deixe um banquinho sob o chuveiro, pois é comum sentir tontura.

Lave as cicatrizes delicadamente, com água morna e espuma do sabonete. Depois, faça os curativos conforme a orientação médica.

Capriche na hidratação e evite o sol

Mantenha a pele bem hidratada e não exponha a área operada à luz solar. Os banhos de sol serão liberados quando não existirem mais hematomas — contanto que as cicatrizes estejam muito bem protegidas, com muito filtro solar.

Cuidado com o dreno

Alguns pacientes, além dos curativos e bandagens, recebem alta usando um dreno, usado para sugar o excesso de fluidos (sangue e líquidos) que podem se acumular (o chamado seroma). O dreno será retirado em alguns dias no consultório do cirurgião. Até lá, evite movimentos bruscos, para não arrancá-lo.

Faça repouso

O repouso é importante para a recuperação do organismo, pois o processo de cicatrização e de eliminação de fluidos consome muita energia. No caso da abdominoplastia, é preciso reservar, pelo menos, uma semana de descanso absoluto.

Alimente-se de maneira saudável

A dieta no pós-operatório é normal, mas é necessário beber bastante água e diminuir a ingestão de sal para prevenir a retenção de líquidos e, consequentemente, a piora do inchaço (edema). Outro ponto importante é deixar os ambientes bem arejados, pois o calor agrava o inchaço.

Use cinta modeladora

cinta de compressão abdominal deve ser usada conforme a orientação médica. Além disso, não use roupas íntimas com as laterais finas, para evitar a formação de dobras na área operada.

Faça drenagem linfática

Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a drenagem linfática ajuda o organismo a realizar suas funções, acelerando a recuperação. Além disso, previne o seroma e o aparecimento de fibroses.

Fique sem dirigir por 3 semanas

Além da questão da movimentação e do esforço físico, em caso de uma colisão, o airbag ou o próprio cinto de segurança podem machucar a área operada. Sendo assim, dirija só depois de três semanas.

Não pratique atividades físicas por 1 mês

Passado o primeiro mês, o médico poderá liberar algumas atividades físicas leves, de acordo com a recuperação de cada paciente. Mas treinos de musculação e outros que exijam força devem aguardar, pelo menos, 45 dias, para serem retomados — tempo necessário para as cicatrizes se estabilizarem.

Não pegue pesos

Ao longo de 1 a 2 meses, nada de pegar os filhos, sejam eles humanos ou pets, no colo. O mesmo vale para sacolas de compras pesadas.

Durma de barriga para cima por 1 mês

No pós-operatório, evite esticar o abdome. Para se deitar, flexione os joelhos e durma com a barriga para cima. Além disso, evite permanecer muito tempo sentada ao longo do dia.

Não fume

O cigarro atrapalha a cicatrização e aumenta o risco de trombose e embolia pulmonar. Após a abdominoplastia é preciso ficar, pelo menos, mais um mês sem fumar — lembrando que é necessário suspender o cigarro, no mínimo, um mês antes do procedimento.

Se preciso, faça terapia

acompanhamento psicológico ajuda a passar pelo processo de uma cirurgia plástica. Dependendo do seu grau de ansiedade, vale a pena contar com um terapeuta.

Por que é importante seguir as orientações no pós-operatório da abdominoplastia?

Os cuidados após a abdominoplastia previnem complicações (como seroma, hematomas, entre outras). Além disso, contribuem para o bom resultado do procedimento.

Para ter certeza de que estão sendo realizados corretamente e de que a evolução está de acordo com o esperado, o paciente precisa ir às consultas de retorno com o cirurgião. A frequência do acompanhamento varia de caso para caso.

Além do pós-operatório, quais cuidados devem ser tomados com o passar do tempo?

A longo prazo, os cuidados com a abdominoplastia têm a ver com manter o peso corporal estável. Portanto, esse é um tipo de cirurgia para pessoas que têm um estilo de vida saudável, ou seja, praticantes de exercícios físicos e adeptas de uma alimentação equilibrada.

Além disso, se houver o desejo de engravidar, a abdominoplastia deve ser deixada para depois da gravidez. Isso porque, o ganho de peso na gestação prejudica o aspecto da cirurgia.

Para concluir, antes de se submeter a um procedimento, converse muito a respeito com seu cirurgião. Esclareça, inclusive, as dúvidas pertinentes ao pós-operatório e às mudanças que a intervenção promoverá em seu estilo de vida.

Se você considera os cuidados após a abdominoplastia possíveis de serem seguidos e está disposto(a) a se comprometer para que o resultado seja o melhor possível, vá em frente! Sua cirurgia, tem tudo para ser um sucesso!

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato para que a equipe de atendimento da Clínica Lis possa ajudar!